• Emily Bandeira

querendo aprender



Trago o corpo quente. Aconteceu de novo, no meio do passeio da bicicleta, acreditar que preciso escrever mais. Mesmo que não saiba o quê. Vim para cá. Lembrei do espaço.

Tenho pensado um montão sobre as coisas de línguas e vida, embora não tenha vindo mais tanto aqui no blog. Mas tem se passado um bocado.


Nos últimos tempos comecei a ler sobre aprendizagem autodirigida. Acho que a somatória de “graduar” (perder o vínculo com a universidade) + curso de epistemologias do sul + não ter granas para pagar toda a educação que quero = curiosidade imensa de como fazer isso (aprender novas coisas) acontecer de diferentes formas <3


Me sinto um tanto distraída. Me sinto muito motivada. Me sinto pouco motivada. Me sinto criativa. Me sinto pouco criativa. Assim são os dias. Sigo com o propósito firme de aprender, isso já está bem espalhado em meu corpo. Gosto muito de sentir esse desejo.

Lembro de quando estava na Bolívia estudando, longe das coisas conhecidas e, ao mesmo tempo, perto de uma curiosidade compartilhada com companheires do curso. Lembro de pensar que sabia ser isso das coisas que valem a pena na vida: estar curiosa. Ir atrás. Aprender. Querer aprender.

Essa sede, essa fome, esse cutuco, essa agonia: me preenche. Ela não vem afobada, vem no seu tempo, com seus ritmos e seus interesses. O que importa é continuar querendo saber mais, descobrir, re-descobrir, desaprender e aprender de novo. Já deu pra entender que a gente nunca vai ter a dimensão completa de nada, então, busco o aprender despretensioso e prazeroso :-)

E aí já que a vida vai ser isso: sempre rumo ao descobrir a novidade do mundo (e da poesia <3) FAZER GOSTOSÃO

A adrienne maree brown deu a letra em “pleasure activism” (livro bão demais, se não leu, leia): fazer as coisas com prazer genuíno. Mesmo as coisas que as instituições insistem em tornar chatas e entediantes pra gente (fazer política, fazer justiça social, estudar, trabalhar). Vamo achar a fonte de tesão dentro da gente que nos move em direção a esses fazeres e vamo se divertir enquanto a gente faz isso, oras.


Como torno meu processo de aprendizado ainda mais prazeroso?

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo